No Brasil, depois da decisão da presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, começou a funcionar o projeto que leva internet rápida às áreas mais isoladas do país.

A internet em banda larga passa a ser parte do dia a dia da escola pública de Pacaraima, em Roraima, na fronteira do Brasil com a Venezuela, e o professor de informática Wellington Sousa já não vê limites para seus alunos.

“Vai fazer com que os alunos tenham o mesmo conhecimento, o mesmo conteúdo que um aluno americano, um aluno indiano, um aluno chinês tem em seus países”, disse.

O programa Educação Conectada chega a escolas públicas em regiões isoladas do país pelo satélite SGDC, que custou quase R$ 2,8 bilhões ao governo federal. O satélite estava pronto para operar desde abril, mas uma disputa judicial suspendeu por três meses a oferta do serviço.

Esta semana, a presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, reconsiderou uma decisão que suspendia o contrato da Telebrás, que opera o satélite, com a empresa americana Visasat, que fornece o serviço de internet. Agora, o governo tem planos de levar o programa a sete mil escolas públicas do país até o fim de 2018.

A primeira antena de acesso à internet em banda larga instalada em uma comunidade indígena fica na terra Raposa Serra do Sol, a 275 quilômetros de Boa Vista.

Roraima será o primeiro estado a fornecer a serviço em todas as escolas que, no futuro, vai ser estendido também a hospitais e postos de saúde de todo o país.

“Que nós possamos em aproximadamente dois anos estar com quase a totalidade das escolas brasileiras e os equipamentos de saúde cobertos pela internet, o que vai melhorar a qualidade da educação e principalmente a qualidade dos tratamentos de saúde para aqueles que dependem do poder público para cuidar de sua saúde”, disse o ministro Gilberto Kassab, da Ciência, Tecnologia e Comunicações.

(Portal G1, 18/07/2018)

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support