O Ceará tem os melhores índices de promoção, diminuição de repetência e queda da evasão escolar no Ensino Médio do país, segundo Censo Escolar 2014/2015, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e pelo Ministério da Educação (MEC). A pesquisa foi apresentada nesta terça-feira (20), durante o “Seminário 10 Anos de Metodologia de Coleta de Dados Individualizada dos Censos Educacionais”, em Brasília.

Com relação ao Ensino Médio, a taxa de repetência dos estudantes cearenses é 6,3%, a menor do Brasil. No quesito aprovação, a rede pública do estado tem taxa de 87,9%, e está entre as cinco maiores do país, junto com Minas Gerais (91,1%), São Paulo (92,6%), Mato Grosso (93,5%), Santa Catarina (90,5%), e Goiás (88,4%). Na rede privada, a aprovação cai para a 17ª posição.

Os indicadores, inéditos, mostram avaliação de rendimento, considerando a situação do aluno ao final do ano letivo, e fluxo escolar, referente à evasão e migração do ensino regular para a educação de jovens e adultos (EJA), além de dados de promoção e repetência, avaliando a transição do aluno entre dois anos consecutivos.

No Nordeste, Ceará e Rio Grande do Norte têm a menor taxa de evasão escolar nos anos iniciais do EF (2%). No Ensino Médio, com 11%, Ceará está empatado com Pernambuco.

De acordo com a pesquisa, houve queda progressiva da evasão escolar na rede pública no período de 2007 a 2015. No Brasil, a evasão nas escolas públicas estaduais chegou a 12,2%, enquanto no Ceará a taxa é de 11%.

O censo analisou, ainda, a migração para a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Com relação a este indicador, o Ceará é o primeiro do Nordeste tanto nos anos finais do Ensino Fundamental quanto no Ensino Médio.

(Portal G1, 22/06/2017)

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support