Assine a petição por uma educação pública de qualidade!

O ano de 2014 é fundamental para pressionar na aprovação de metas que podem colocar a educação pública brasileira em outro patamar. Uma maneira de você colaborar nesse processo é assinar a More »

Nós apoiamos!

Envie também a sua foto: contato@educacaoeuapoio.com.br   More »

 

Bem-vindo ao site da Campanha! Faça parte desse movimento pelo futuro do país!

Tem certas coisas que não dá pra fazer sozinho. Está na hora de tomar uma atitude prática e imediata por um direito que é de todos: o ensino público de qualidade. Vamos mobilizar a sociedade nessa causa que é de todos os brasileiros. Divulgue a campanha Educação Pública, Eu Apoio e vamos juntos mudar a realidade da educação pública brasileira.

A ausência da biblioteca escolar e o meio milhão de zeros no Enem

correio

Nos últimos dias, uma das notícias mais comentadas no Brasil foi o fato de que na prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio. (Enem) 529.373 estudantes tiraram zero. Dos 6.193.565 estudantes que prestaram o Enem em 2014, 8,5% zeraram a prova de redação, enquanto apenas 250 conseguiram a nota máxima. Esse meio milhão de notas zero é um número chocante e provocou inúmeras reações na mídia, reclamações dos professores e dirigentes das escolas e também do público em geral.

Índios de diversas etnias de Rondônia participarão do Projeto Açaí em 2015

Projeto AçaíA primeira fase do curso normal de nível médio para professores em área indígena, denominado como Projeto Açaí, terá início no dia 12 deste mês, em Presidente Médici (RO), e contará com a participação de 120 índios de mais de 30 etnias do Estado.

MEC abrirá 710 vagas de licenciatura para docentes da rede pública

Logo Parfor


O Ministério da Educação (MEC) abrirá 500 vagas de licenciatura para professores das redes públicas do país que não possuem curso superior e 210 vagas para os docentes que lecionam em área diferente da sua formação. As vagas fazem parte do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), que incentiva a educação superior, gratuita e de qualidade, para professores em exercício na rede pública de educação básica, para que estes possam obter a formação exigida pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).

Magistério: aumento em 16 estados

piso_nacional_magisterio_jan2015

 

O ano já começou mais apertado para as despesas educacionais dos estados. De acordo com levantamento feito pelo GLOBO, 16 estados terão de elevar seus vencimentos iniciais pagos a professores da rede pública por conta do reajuste do piso nacional do magistério anunciado anteontem pelo Ministério da Educação (MEC).

Com aumento de 13,01%, a base salarial do ano passado, que era de R$ 1.697, pulou para R$ 1.917,78. Apenas nove estados e o Distrito Federal já pagavam vencimentos acima do novo valor mínimo, entre eles o Rio de Janeiro, e, por isso, não estão obrigados a conceder aumentos salariais neste ano.

Das 24 secretarias estaduais ouvidas pela reportagem, 15 pagam valores inferiores ao novo piso. Amapá, Pernambuco e Distrito Federal não responderam ao questionário. Para essas entidades, o levantamento utilizou dados da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) coletados em abril do ano passado, os mais atuais disponíveis pela organização. Acre e Rondônia são os únicos estados que não cumprem sequer o piso anterior, de R$ 1.697,38.

Mais de 90% concluem ensino médio sem aprendizado adequado de matemática

ensino_medio_ilustra

No Brasil, mais de 90% dos estudantes terminaram o ensino médio em 2013 sem o aprendizado adequado em matemática, segundo o movimento Todos pela Educação. Tomando por base avaliações do Ministério da Educação, o movimento concluiu que apenas 9,3% desses estudantes aprenderam o conteúdo considerado adequado para o período. O índice é menor que o anterior, registrado em 2011, quando 10,3% aprenderam o considerado adequado pelo movimento.